Renata Reis, Advogado

Renata Reis

Maringá (PR)
13seguidores18seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Advogada regularmente inscrita na OAB/PR sob o nº 96.431, Bacharel em Direito pela Pontíficia Universidade Católica do Paraná, Câmpus Maringá.

Correspondência Jurídica

Serviços prestados
Peças
Análises
Audiências
Acompanhamentos
Pareceres
Cópias

Recomendações

(27)
Rocaniano Gmail, Estudante de Direito
Rocaniano Gmail
Comentário · há 2 meses
Ola Ronaldo!
Muito importante seu questionamento. Permita que eu me apresente primeiramente?
Sou Policial Militar de São Paulo a 29 anos, Bacharel em Direito e especialista em legislação de trãnsito. Trabalho atualmente no Comando de Policiamento de Trânsito da Capital (CPTran).
Para cada pessoa, existe uma forma do álccol ser eliminado. Depende muito do metabolismo de cada um. Já tive um caso de fiscalizar uma pessoa que me informou ter ingerido "latas" de cerjeva (não disse quantas) haviam pelo menos 4 horas! Deixei a critério dele para realizar o teste ou não, como a norma assim determina. FEZ O TESTE!!!! Advinha???? 0,00mg/l. Ele ficou surpreso!

Em outra situação, também fazendo fiscalização, eram por volta de 21:00 horas, abordei um rapaz, de moto, como protocolo perguntei se havia ingerido bebida alcoólica, informou que era abstênio (não consome bebidas alcoólicas), perguntei se gostaria de fazer o teste, respondeu positivamente. RESULTADO?????? POSITIVO = 0,08 mg/l!!!
Ficou estupefato...

A resolução do CONTRAN nº 432/13, disciplina regras para a fiscalização. Com o devido conhecimento desta norma, pedi ao rapaz que fizesse bochechos com agua e aguardasse uns 20 minutos para realizarmos um novo teste. RESULTADO????? NEGATIVO = 0,00 mg/l.

O que aconteceu? O rapaz havia feito enxague bucal com um produto que contem álcool em sua composição (LISTERINE), e aquela pequena quantidade ficou na mucosa da boca. Ao lavar (bochechos) com agua, o álccol saiu, coisa que não acontece com o álcool do sangue!

O álcool ingerido pelas pessoas é digerido pelo nosso sistema, que envia tudo para a corrente sanguínea. O etilômetro NÃO detecta o álcool do estômago, mas sim, dos pulmões, que é irrigado por sangue. O álccol é bastente volátil (evaporação fácil) e detectável pelo aparelho (bafômetro). Portanto, não adianta "tomar 2 litros de coca-cola, pra eliminar o àlcool que será evaporado DOS PULMÕES"!

Perfis que segue

(18)
Carregando

Seguidores

(13)
Carregando

Tópicos de interesse

(8)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Maringá (PR)

Carregando

Renata Reis

Entrar em contato